T

T

Total de visualizações de página

RADIO

TRADUZIR

segunda-feira, 10 de novembro de 2014

EXEMPLO DE QUEM FAZ A DIFERENÇA

Um homem foi chamado à praia para pintar um barco. 
Trouxe com ele tinta e pincéis, e começou a pintar o barco de um vermelho brilhante, como fora contratado para fazer.
Enquanto pintava, percebeu que a tinta estava passando pelo fundo do barco. 
Notou que havia um vazamento, e decidiu consertá-lo.
 Quando terminou a pintura, recebeu seu dinheiro e se foi.
No dia seguinte, o proprietário do barco procurou o pintor e presenteou-o com um belo cheque. 
O pintor ficou surpreso e falou:
- O senhor já me pagou pela pintura do barco.
Disse o proprietário:
-Mas isto não é pelo trabalho de pintura.
 É por ter consertado o vazamento do barco.
- Foi um serviço tão pequeno que não quis cobrar.
 Certamente, não está me pagando uma quantia tão alta por algo tão insignificante!
- Meu caro amigo, você não compreendeu.
 Deixe-me contar- lhe o que aconteceu.
 Quando pedi a você que pintasse o barco, esqueci-me de mencionar o vazamento. 
Quando o barco secou a tinta, meus filhos o pegaram e saíram para uma pescaria. 
Eu não estava em casa naquele momento. 
Quando voltei e notei que haviam saído com o barco, fiquei desesperado, pois lembrei-me que o barco tinha um furo.
 Imagine meu alívio e alegria quando os vi retornando sãos e salvos. 
Então, examinei o barco e constatei que você o havia consertado! Percebe, agora, o que fez? 
Salvou a vida de meus filhos! 
Não tenho dinheiro suficiente para pagar-lhe pela sua "pequena" boa ação...
Não importa para quem, quando, de que maneira.
 Sempre que for possível, sempre que depender de você, e principalmente, dentro de suas possibilidades, vá além... 
Este poderá ser o seu diferencial!
Todo trabalho é um autorretrato de quem o realizou.
Autografe suas obras!
Assim como o Senhor se doou por tua vida, doe-se pelos que te amam.

 Isso é bíblico, é a Palavra de Deus.


Deus os abençoe!

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Uma chance.

Em uma ilha deserta, viviam quatro amigos que esperavam há muito tempo serem resgatados. 

A Fé era responsável por manter a todos unidos, sem jamais deixar que se entregassem ao desânimo. 

O Amor se preocupava em fazer com que todos fossem amáveis uns com os outros .

A Felicidade estava sempre presente nestes momentos. 

Procurava iluminar as feições de cada um, para que todos pudessem ver uns aos outros como se fosse um espelho. 

O Tempo era amigo e companheiro.

Ficava horas fitando o horizonte, para ver se surgia alguma embarcação, mesmo quando todos dormiam.

 E assim os dias iam se prolongando até se transformarem em anos. 

Certo dia apareceu na ilha uma velha embarcação, conduzida por um homem de barba grisalha e olhar bondoso. 

Os amigos ficaram eufóricos, imaginando que finalmente poderiam voltar para casa. 

A Fé se sentiu renascer. 

Perguntou ao barqueiro se podia fazer a travessia levando todos os amigos com ele.
- Não, respondeu o barqueiro. 

Só posso levar comigo apenas um dos seus amigos.
- E porque não podes levar a todos?
- Porque há o risco de naufragarmos.
- Mas a embarcação me parece segura, respondeu a Fé, um tanto desapontada.
- Pode até parecer segura, mas o casco está trincado e logo começa a vazar água.
A Felicidade saltitava entusiasmada, imaginando que talvez ela pudesse ser a escolhida.
O Amor se aproximou cauteloso e sugeriu que fizessem uma análise da situação, para ver quem estaria em melhores condições de partir da ilha em busca de ajuda. 

Talvez a Fé fosse a escolhida, mas depois de muito pensarem, chegaram à conclusão que não poderiam ficar sem ela. 

O segundo indicado foi o Amor.

 Mas talvez o Amor fizesse falta.

 Todos precisariam dele para manter a união dos que iriam ficar na ilha. 

Então pensaram que a Felicidade pudesse ser a mais indicada para realizar essa tarefa. 

Mas como poderiam ficar sem a Felicidade para lhes fazer companhia? 

Era ela que fazia com que todos sorrissem, apesar das dificuldades que encontravam.

 Restava apenas o Tempo. 

Como não haviam pensado nisso?

 Só o Tempo seria capaz de ir e vir, sem perder tempo. 

E apesar de ser o mais velho dos quatro amigos, ainda podia passar despercebido, sem que ninguém desse por sua falta.

 E assim foi feito. 

O Tempo fez a travessia com o barqueiro e desembarcou no Futuro, que ficou encarregado de voltar ao Passado e resgatar os três amigos que ficaram perdidos no tempo, esperando que o Tempo voltasse atrás e os resgatasse...

Esta passagem ilustra muito bem a vida humana, Fé e Amor andam juntos lado a lado, pois a palavra de Deus diz que sem Fé é impossível agradar a Deus, e sem Amor não conseguiremos jamais ter intimidade com Deus ou viver sua palavra.

Felicidade é o fruto do equilíbrio entre Fé e Amor, e  Tempo é tudo que Deus quer para agir em nós, um Tempo só para ele, um minuto de sua dia, do seu agora!

Um minuto por uma vida inteira é isso que Deus lhe pede, uma chance, não seja jamais duro de coração...

  

Mateus 11:28-29

 28 "Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu darei descanso a vocês.

  29 Tomem sobre vocês o meu jugo e aprendam de mim, pois sou manso e humilde de coração, e vocês encontrarão descanso para as suas almas.

 

 

 

Ocorreu um erro neste gadget

PEDIDO DE ASSINATURA DE EMAIL.

Postagens populares

postagens populares

Seguidores